FORROS COMERCIAIS | Brasil

Perguntas Frequentes

Utilize nossa base de dados de Perguntas Frequentes para encontrar respostas as suas dúvidas mais comuns. As perguntas estão agrupadas por temas similares para facilitar o processo.

ACÚSTICA

LIMPEZA

SALA LIMPA (Clean Room)

PINTURA DOS PAINÉIS

RESISTÊNCIA AO FOGO

QUALIDADE DO AR

INSTALAÇÃO

RESISTÊNCIA SÍSMICA

Quais a diferença entre STC, CSTC e CAC?

STC - (Sound Transmission Class) - Classe de transmissão do som é capacidade de uma parede de barrar o som para salas vizinhas. É a medida de uma passagem.
CSTC - (Ceiling STC) - STC para forros segundo o método AMA 1-II-1967 É um teste realizado entre dois ambientes vizinhos que compartilham o mesmo plenum, ele mede o som que passa pelo forro de um ambiente ao outro através do plenum. É medido no ambiente receptor (ambiente adjacente) e determinado através de um teste de duas passagens.
CAC - (Ceiling Attenuation Class) - STC para forros segundo o Método ASTM E1414 – Também conhecido como Classe de Atenuação do Forro, mede a capacidade do forro de barrar o som entre salas adjacentes. É um método de teste ASTM introduzido em 1995; essencialmente substitui o teste AMA 1-II. Mencionado anteriormente.


O QUE É O AC E COMO É MEDIDO?

Classe de Articulação ou AC mede o comportamento acústico relativo de produtos como forros, que são utilizados em escritórios panorâmicos ou escritórios abertos.

Nos escritórios panorâmicos, a principal fonte de distração são as conversas de fundo e, uma questão importante é, portanto, como prevenir que as conversas alheias causem a distração dos empregados. Se no ambiente existe um murmúrio de vozes, que não é claramente entendido, geralmente podemos assumi-lo e sintonizá-lo como um ruído de fundo. Os sons da voz humana tornam-se intrusivos quando podemos entender as palavras. Neste tipo de situação é difícil "não escutar" e distrair-se (independentemente do que você queira ouvir ou não!).

Quando se avalia o comportamento do índice AC, o som é gerado por um alto falante instalado ao lado de um painel de divisória de aproximadamente 1.50m de altura numa estação de trabalho. A informação é coletada em função da atenuação do ruído (quanto mais silencioso se escutar) desde o outro lado da divisória, e em frequencias que vão desde 100 a 5000 Hertz (intervalos muito baixos a intervalos muito altos). A informação sobre a redução do som é, então, usada para calcular o valor do AC do produto que está sendo testado. Quando se calcula o AC, a redução do som que ocorre em frequencias mais altas (>1000 Hz) é considerada mais importante que aquela que ocorre em frequencias mais baixas. Isso por que o AC nos permite avaliar o melhor comportamento do produto para absorção do ruído gerado pela fala. As vozes geram sons num amplo espectro de freqüências: as vogais ocorrem em frequencias baixas e as consoantes em freqüências mais altas. Os sons das vogais só interessam a altura do som, e são os sons das consoantes mais importantes para compreensão do que se fala. Por exemplo, os sons das consoantes são a única diferença entre as palavras mama, papa, marta e raspa. Se um produto pode absorver a maioria dos sons das consoantes, então, é impossível entender o que a pessoa da estação de trabalho ao lado está falando ao telefone.

Resumindo, quando não se pode entender as palavras, o ruído não causa muita distração.

Os forros mais indicados para o uso em espaços abertos devem ter valores de AC acima de 170. Um forro acústico padrão (NRC 0.55) normalmente apresenta um AC de 150. Materiais não absorventes, como painéis de gesso apresentam um AC de 120.

O AC mais alto que se pode conseguir em um forro está entre 220 e 230.


Forros para Pronta Entrega

Forros sob Encomenda

Pesquisar Start Search